Se eu sinto e me faz bem, levo comigo.
Não me importa a explicação que fica
pendente, ninguém precisa explicar nada.
A frase, o livro, o filme, as dores, a estrela,
a risada, o choro, a amizade, a fé.
Guardo tudo, zelo pelos sentimentos mais
ricos e doces.

*Juliana Sfair*

Trago lágrimas, sorrisos, histórias, abraços
… trago momentos felizes, momentos de decepção.
Carrego pessoas, amores e desamores, amigos  e  inimigos
desafetos,  paixões…
Não sou um livro aberto, mas  também  não  tão  fechado
que você não consiga abrir,
basta ter jeito, saber tocar as páginas, uma a uma,
e descobrirá de que papel é feito cada uma delas.

*Caio F. Abreu*


Eu quero desaprender para aprender de novo.
Raspar as tintas com que me pintaram.
Desencaixotar emoções, recuperar sentidos.


Rubem Alves

"Viajo sozinha com o meu coração.
Não ando perdida, mas desencontrada.
Levo o meu rumo na minha mão."

*Cecília Meireles *