Que ao juntar nossas almas num abraço, * Vitor Ávila *

Que ao juntar nossas almas num abraço,
possamos entender que todo amor ali se faz presente, 
que os dias mais felizes são envolvidos 
por quem nos faz bem e, que as pessoas que nos 
cativaram devem permanecer sempre em local seguro
- dentro dos nossos corações!
* Vitor Ávila *


As fórmulas, os moldes, os conselhos, são muitos. 
Mas no final é só você e o que aprendeu, 
o que assimilou, o que seu "eu" abraçou disso tudo.
Uns aceitam, outros criticam, 
outros nem ligam para esse seu
 jeito de ter fé e acreditar. 
Mas no final, você sabe... 
Quem presta conta é você. 
Então relaxa e segue...
O caminho nem sempre é bonito, 
mas foi desenhado pra você, é todo seu.

*Rita Maidana*


"Quando a sua dor parecer insuportável 
e pela noite pensar também ser escuridão, 
fale para si mesmo: 
"não se esqueça que sempre haverá um novo dia", 
e uma nova chance, um recomeço,
 a esperança fortalecida, a fé renovada, 
a nuvem macia, o céu azul, a cor da vida,
 o sol do amanhecer, a chuva de otimismo,
 o carinho no sorriso de uma criança, 
a inocência no olhar, o perdão no coração. 
Retome o cuidado consigo,
 mostre-se forte em meio às dificuldades,
 seja luz. Seja como a águia e voe para 
o horizonte onde se sinta mais seguro! 
Busque refúgio num lugar onde você é livre.
 Crie um pássaro e dê a ele o nome: vida e,
 então alimente-o com as sementes mais fortes, 
nobres e jamais permita que ele morra. 
Porque nele, encontrará seus fragmentos. 
Você é pura essência!"
* Vitor Ávila*

Se o amor cura tudo eu não sei... 
só sei que quando verdadeiro e saudável
ele chega, preenche, salva, protege, ampara
perdoa, respeita, guia, refaz, constrói, une
apazigua, ilumina, traz felicidade.
Ele simplesmente, cumpre sua missão.❞
* Rita Maidan*

"A felicidade se aproxima da gente 
na medida em que nos aproximamos 
de nós mesmos." 
Osho*

"Para ver alegria nas coisas mais simples, 
é necessário uma grande alma."
*Osho*

Se cuidem, o mundo virtual já se tornou enfermidade grave. * Helena Rapozzo*

Se cuidem, o mundo virtual já se tornou enfermidade grave. 
Venho te deixar um "recadinho" de bem querer.
Se puder ler com atenção...talvez seja útil para muitos. 
É muito saúdavel o hábito de silênciar e fazer pequenas 
pausas para manter a conexão com nossa alma, nossa essência .
O tempo moderno trouxe muitos benefícios,
 informações jorrando em alta velocidade via internet ,
 e muitas verdades diferentes reunidas
 em um mesmo espaço (redes sociais)
O que é sensacional também pode ser nocivo.
Assim como remédio, se utilizar doses inadequadas 
ou não faz efeito ou pode levar a óbito...
Como costumo dizer ; o mundo virtual para
 os que nele criam raízes é uma grande cilada.
Pois é um palco iluminado vestido de douradas ilusões...
gente que está feliz 24h por dia,champanhe no café da manhã,
 passeios, viagens, jantares ...ostentações vazias de realidade comum.
 Me atrevo a dizer que ninguém nesse mundo , 
por mais grato seja por tudo, passa 24h por dia em estado de graça. 
Temos dores, perdas, dissabores, desamores...
E não quero também dizer com isso que temos que colocar nossos 
porões empoeirados estendidos publicamente.
Só quero dizer que eles existem.
Há de se ter muito cuidado. 
Vejo pessoas deprimidas por acreditarem que 
suas vidas são menos felizes por não conter tanta
adrenalina e "alegria". 
À estes quero dizer pra aquietar o coração, você não é o único.
 Ninguém tem uma vida rosa pink bordada de estrelinhas prateadas em tempo integral.
E para manter os pontos convergentes desses dois mundinhos ,
 é vital diminuir os ruídos externos para se ouvir e não se perder.
 Caso contrário em pouco tempo não saberá mais quem você realmente É. 
Uns surtinhos na vida são necessários,
 normal e libertador, depende da frequência.
E ao contrário do que muitos pensam, 
equilíbrio e serenidade não fazem de você um chato. 
E por último e de grande importância.
Não se deixe engolir pelos que optaram por alguma razão , 
fazer do mundo virtual sua vida real.
 Sempre há muitas cobranças em respostas imediatas, 
em lembranças de aniversários ,
 em "reciprocidades obrigatórias" enquanto você está 
cuidando de enfermidades da carne e da alma 
e outras gravidades reais. 
Se distanciar desse tipo de relação é salutar. 
Ignorar o que nos é nocivo 
ainda é das melhores preces que conheço. 
Você não precisa se afastar dos seus 
caos reais para se responsabilizar 
por resultados das escolhas do outro,
nem se violentar para alimentar os melindres 
e caprichos dos que optaram por uma vida virtual. 
Se conseguir Se cuidar e Se amar já é ótimo! 
Viva, esse é o objetivo de estarmos Vivos!
É nisso que acredito!
* Helena Rapozzo*
Namastê 🙏


Pois o amor também se aprende, *Lya Luft*

Pois o amor também se aprende, 
cheio de urgência e medo, mistério,
 e mil pequenas descobertas
 sobre o outro e sobre nós mesmos!...
*Lya Luft*

É por conhecer caminhos pesados,
 o pensamento a atitude e a linguagem da pedra.
 Que me esforço para escolher a leveza da brisa, 
sentimentos e ações que clareiem
 a essência e a linguagem da flor...

*Rita Maidana*

Haverá dias que nos faltará o chão,
mas ainda assim restará as 
asas do coração e com elas 
seguiremos o nosso caminho...

* Hilario Josepe*

Eu admiro demais essa gente miúda que vê a vida com inocência e sorri...*Rita Maidana*

Eu admiro demais essa gente miúda que
 vê a vida com inocência e sorri
 para o mundo com gentileza, 
como algo que ainda dá pra consertar, com esperança. 
Lembrar que fui criança um dia, 
faz acreditar que em algum lugar aqui 
dentro guardo um potinho de sonhos claros
 e olhares amorosos para tudo que me cerca.
 É a ele que recorro quando a vida bate, 
fecha a cara, quer doer, quer pesar.
 É ele que me permite pintar um dia aqui 
e outro ali com cores mais doces, mais vivas.
Não sei... mas deve vir um mago 
cheio de encantamento com cada criança que nasce...
Outro dia sonhei que andava de mãos dadas com o meu...

*Rita Maidana*

“Há ainda tardes lindas,tardes cheias de flor, 
de sol,de mar,de margaridas...... Há sim,
 tardes cheias de vida!” 
*Elisa Salles*

Quem nunca encostou num canto e tentou entender o motivo do ódio?**Jackye Monteiro*

'' Quem nunca encostou num canto e
 tentou entender o motivo do ódio?
 Quem nunca parou pra tentar 
entender o porquê da inveja?
 Lembra daquela conquista, e bingo! 
É com isso que ele se formiga tanto.
 Opa! É por isso que ele me detesta.
 É aí que a gente se engana.
O ódio gratuito não vem de inveja sobre bens,
 conquistas ou beleza. 
As pessoas não vão te odiar por 
causa da tua conta bancária, 
do teu carro ou tuas jóias.
 Você vai conhecer teus desafetos 
o dia em que se realizar como ser humano,
 em que sentir prazer em gargalhar 
desde a boca do estômago, em que tiver amigos. 
Você será perseguido, triturado na boca do hipócrita, 
ver teus planos sendo desdenhados,
 o dia que pequenos sonhos forem grandes motivos para
 você perder o sono de tanta alegria.
Ninguém inveja dinheiro,carro do ano ou corpo perfeito.
As pessoas invejam pequenos motivos, 
sorrisos soltos, abraços sem roteiros.
 As pessoas invejam quem banca seus erros,
 se joga no mar por gratidão à vida; 
quem toma banho de chuva, dispensa máscaras na tristeza.
Apostarão no teu dia seguinte,pagarão pra ver teu tropeço.
Ninguém inveja o que vê,inveja o que sente 
no outro e não consegue entender.
Se existe remédio pra inveja,eu não sei. 
O que eu não posso é parar minha vida
 e viver explicando as vantagens de ser do bem, 
pra ninguém.''

**Jackye Monteiro*

Eu procuro oferecer flores. *Lu Prado*

Eu procuro oferecer flores.
Colho lá onde o meu coração fez raiz.
Mas somente aceita minhas flores,
quem tem a alma sensível e delicada.
É perto desses que eu quero ficar.
Não me sinto à vontade 
perto da insensibilidade
e os insensíveis dão meia volta 
e vão embora.
Não importa! 
Fico com os que sabem amar.
*Lu Prado*

E ɑssim eu tomo o meu cɑminho, * Vitor Ávila *

E  ɑssim eu tomo o meu cɑminho, 
ɑceito ɑs bençãos que os
 céus generosɑmente me concede,
 certo de que sobreviverei às tempestɑdes;
 identifico em mim um
 novo recomeço, ɑgrɑdeço e sorrio.
* Vitor Ávila *